República Consorciada do Conleste

Reunião sobre República Consorciada do Conleste no TJRJ.

A República Consorciada é um projeto do âmbito de Desenvolvimento Social construído entre o Conleste, seus 16 municípios e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro – TJRJ.

Antes de tudo, vale ressaltar que nesse projeto a palavra “república” é relacionada ao sentido de uma “habitação coletiva de estudantes”. Isso porque, o objetivo principal desse trabalho é a construção de uma casa de passagem para jovens que acabaram de completar 18 anos e, até então, viviam em abrigos; ou então, para aqueles que, ao completarem 18 anos, já estavam em delito com o Estado.

Dentro desse panorama, durante o tempo em que os jovens estejam morando nesse local, estarão também sendo contemplados por um programa de jovem aprendiz em empresas parceiras do projeto ou mesmo pelas Prefeituras Municipais que compõem o consórcio. Tudo isso, para garantir uma oportunidade de aprendizado e de entrada no mercado de trabalho para esses jovens em vulnerabilidade.

As tratativas para a construção desse espaço foram iniciadas em 2019. Desde então, o Conleste vem articulando as provocações para que o projeto se torne realidade o quanto antes.

Com isso, em fevereiro de 2020, foi realizada uma reunião entre os representantes municipais, a diretoria do Conleste e os representantes do TJRJ. Nesse encontro, o Prefeito Sadinoel Souza, consolidou a doação de um terreno em sua cidade de atuação, Itaboraí/RJ.

Nesse ínterim, o Prefeito Rodrigo Neves, de Niterói/RJ, e o Secretário Municipal de Assistência Social de Maricá/RJ, Jorge Castor, consolidaram o aporte financeiro para a construção da casa que dará origem a 1ª República Consorciada do Conleste.

Desse momento em diante, o Conleste e a Prefeitura Municipal de Itaboraí deram andamento à construção do projeto arquitetônico e do orçamento para dar início às obras.

Com a chegada da pandemia do coronavírus, a construção acabou sendo adiada. No entanto, o trabalho jurídico continua evoluindo e as obras serão iniciadas até agosto deste ano.