Conleste realiza reunião sobre “Olhos do Conleste” no Palácio Guanabara

O encontro para tratar da criação de uma Central de Integrações Operacionais Urbanas dos Municípios do Conleste reuniu autoridades municipais, estaduais e federais.

Nesta segunda-feira (1º de julho) o Projeto Olhos do Conleste foi discutido por autoridades municipais, estaduais e federais no Palácio da Guanabara, no Rio de Janeiro. Com intuito de funcionar de forma similar ao Centro de Operações do Rio de Janeiro – COR, o projeto visa à implantação de uma Central de Integrações Operacionais Urbanas dos Municípios do Conleste.

O futuro Centro de Operações do Conleste – COC irá monitorar os Municípios consorciados para antecipar soluções, alertando os setores responsáveis sobre os riscos e as medidas urgentes que devem ser tomadas em casos de emergências, como chuvas fortes, deslizamentos, acidentes de trânsito e a identificação de ocorrências de segurança pública. Tudo isso, operando 24 horas por dia, sete dias por semana.  É importante ressaltar que cada Município poderá adaptar o sistema as suas principais demandas, sejam elas trânsito, segurança pública, meteorologia ou qualquer outra necessidade.

Para isso, o projeto pretende estabelecer uma Parceria entre Público e Privado (PPP) que fomentará a integração entre os órgãos públicos, privados e os cidadãos para criação de uma central de monitoramento para a região. Dessa forma será possível criar convergências entre Defesa Civil, Órgãos de Mobilidade Urbana e Segurança Pública (Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal), com as Secretarias Municipais e Concessionárias de Serviços Públicos, para monitorar as operações dos Municípios Consorciados e minimizar seus impactos na rotina do cidadão.

Na região do Conleste, o Município de Teresópolis é o pioneiro nos assuntos de monitoramento. A Defesa Civil da cidade administra o acompanhamento permanente das condições do tempo – com intuito de prever e evitar desastres naturais – através do seu Centro de Monitoramento e Comunicação. Os canais entre a Defesa Civil e a população são feitos através das redes sociais, e-mails, radioamador e, mais recentemente, pelo aplicativo AlertasDCT, criado pelo próprio órgão com mais de 22 mil pessoas cadastradas.   

Centro de Monitoramento e Comunicação: acompanhamento permanente das condições do tempo, com emissão de alertas para a população. Foto: Divulgação ASCOM Prefeitura Municipal de Teresópolis

No encontro de ontem, o Deputado Federal Paulo Ganime deu a sua opinião sobre o projeto dizendo que a iniciativa do Conleste é muito boa principalmente por estar trazendo desenvolvimento através da tecnologia e inteligência para os quinze municípios do Consórcio, seja para o combate à criminalidade, seja para a questão de Defesa Civil. Ganime disse ainda que a união entre os poderes executivo, legislativo e judiciário com as iniciativas privadas é de suma importância para viabilizar soluções inteligentes para os problemas enfrentados pelos Municípios.

Em primeiro plano, da esquerda para direita, Dep. Estadual Alexandre Freitas e Dep. Federal Paulo Ganime.

Representando a presença do poder legislativo no encontro de ontem, o Deputado Estadual Alexandre Freitas também estava presente. Em seu depoimento, Freitas disse que a iniciativa do Conleste em buscar soluções integradas de diversos municípios é essencial, já que dessa forma, é possível alcançar uma eficiência muito maior. Para ele, o maior desafio é conseguir encontrar os pontos de convergência, pois cada município possui a sua própria realidade. No entanto, o Deputado afirmou ainda que acredita na administração do Conleste para colher bons resultados e propostas na execução deste projeto.

Além dos Deputados citados acima, a reunião contou com a presença do Assessor Especial do Governador Wilson Witzel, Roberto Motta; do Prefeito de Itaboraí, Dr. Sadinoel Souza; do Diretor Geral do Conleste, Dr. João Leal; do Secretário Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda de Teresópolis, Vinicius Oberg; do Subsecretário Defesa Civil de Teresópolis, Cel. Albert; do Consultor TI do Conleste, Emílio Gonçalves; e do Executivo Fábio Zuvanov, da Intel.

Um pouco sobre os passos anteriores do Projeto Olhos do Conleste:

Em abril deste ano, foi realizada uma primeira reunião para apresentação do então novo projeto “Olhos do Conleste”. Nesta ocasião, reuniram-se na sede do Conleste o Prefeito de Itaboraí e Presidente do Consórcio, Sadinoel Souza; o Deputado Estadual Chicão Bulhões; o Diretor de Segurança Pública da Microsoft, Alfredo Deak; o Secretário Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda de Teresópolis, Vinicius Oberg; e uma representante do Deputado Estadual Renan Ferreirinha;

O representante da Microsoft, Alfredo Deak, parabenizou o Conleste em seu depoimento, dizendo “o Projeto Olhos do Conleste me chama muito atenção porque tem a capacidade de integrar todos os municípios em um tema muito importante que é a gestão de crises e a gestão das cidades integrantes do Consórcio”. Afirmou ainda, que essa integração é muito importante para que tantos os grandes quanto os pequenos municípios possam utilizar, ter as mesmas métricas, ter os mesmos controles, os mesmos padrões de atendimento e a mesma qualidade de entrega de serviço ao cidadão.

Quer saber mais sobre o desenvolvimento do Projeto Olhos do Conleste? Fique atento ao nosso site e as nossas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *